Dossiês

Já são mais de 30 mil à rasca

Carlos Mendes

Faltam 8 dias para a manifestação que promete encher a Avenida da Liberdade, em Lisboa, e a Praça da Batalha, no Porto, com vozes de uma geração, alegadamente, à "rasca".

O Sim que Portugal quer ouvir

Renato Tezolin

A Geração à Rasca mostra-nos que a história é cíclica. A Tropicália e as canções de intervenção saíram vitoriosas. Sairemos nós também?

Estudar para desenrascar

Francisco M. Pereira

A 12 de março, alunos e professores fizeram questão de assinar a folha de presenças em Lisboa.

Tudo à rasca, sem exceção

Francisco M. Pereira

Na Avenida da Liberdade viram-se pais a empurrar carrinhos de bebés. Crianças, grupos de jovens, adultos e alguns mais velhos repetiram o que era cantado aos megafones.

Aposentados solidários

Francisco M. Pereira

Em vários pontos do percurso da manifestação, estavam centenas de reformados a aplaudir a iniciativa da juventude.

“O precário, no carreiro, andava desanimado. Saíu à Rua!”

André Veloso, Daniela Ferreira

Mais que uma geração, um Povo à Rasca saíu à rua e o passo da marcha foi marcado por vários cânticos, a maioria apelando à melhoria das condições de trabalho. Aqui ficam os melhores cânticos, e algumas das mensagens, que marcaram o protesto que encontrou uma voz comum em filhos, pais e avós.