Dossiês

O triunfo da história verídica em Hollywood

Crítica de João Miguel Carvalho

João Miguel Carvalho
19/02/2016
0

Para esta edição dos Óscares um forte número de filmes baseados em acontecimentos verídicos receberam distinção sob forma de nomeação. Ao todo foram oito, os filmes premiados com nomeação para as estatuetas douradas são: "The Revenant” de Alejandro Iñárritu, "Bridge of Spies” de Steven Spielberg,” Spotlight” de Tom McCarthy, "The Big Short” de Adam McKay,”Steve Jobs” de Danny Boyle,”Trumbo” de Jay Roach, "Joy” de David O. Russel e "Straight Outta Compton” de F.Gary Gray. Contudo nenhum filme baseado em fatos verídicos consegue ser absolutamente fiel à realidade e necessita, quase sempre, de uma adição para que desta forma se consiga contar melhor a história com um certo "romantismo” à mistura o que só a ficção consegue oferecer. 

Desta panóplia cinematográfica os filmes que receberam mais conteúdo ficcional foram "The Revenant” e” Joy”. No caso do primeiro filme e de maneira a acrescentar uma mística diferente do que realmente sucedeu, foi criado um filho a Hugh Glass, o homem que sobreviveu a um ataque de um urso e deixado para morrer por dois homens da sua Companhia. Já no caso do filme "Joy” foi inserido na história de vida de Joy Mangano, uma mãe solteira de três filhos que construiu um império com base nas suas invenções, uma meia-irmã que não possui na realidade e ainda apenas dois filhos. Mudanças significativas que possibilitam, ou facilitam quem sabe, o storytelling destes dois passados tao distintos mas tao cheios de coragem.

Dos oito filmes baseados em acontecimentos verídicos aqui destacados, quatro deles estão nomeados para os óscares. Os candidatos para o Óscar de Melhor Filme são: "The Revenant”,” Bridge of Spies”,” The Big Short” e "Spotlight”. Embora, com a percentagem de 50% de hipótese de conquistar a estatueta este ano, os filmes baseados em fatos verídicos ao longo dos anos não têm prestado provas sólidas que são capazes de cativar a Academia para a atribuição da tão cobiçada estatueta de Melhor Filme. Tendo como base um estudo realizado pelo site "Vocativ”, desde 1990 até 2015, um ‘true story movie’ só venceu 26.9% das vezes o prémio, em 26 anos os filme pertencentes a esta condição só prevaleceram 7 vezes.

Os quatro filmes com conteúdo verídico nomeados para categoria de Melhor Filme desta edição apresentam fortes capacidades de vencer. Tratam-se de películas com histórias fortes e contadas de forma inovadora como se verifica com os filmes "The Revenant” e "The Big Short”. 
Veremos se as produções cinéfilas baseadas em acontecimentos verídicos contêm verdadeiramente o que é preciso para fazer frente às outras quatro películas nomeadas na cerimónia dos Óscares da Academia de dia 28 de fevereiro.

Para saber mais sobre o estudo do site da "Vocativ” clique aqui.

TAGS: óscares 2016, vídeos, triunfo, história veridica, Hollywood

 

Últimos comentários

Comentários