Dossiês

Papa renuncia, cientista candidata-se

Mariana Vieira
04/03/2013
0

O neurocientista Dean Burnett enviou uma carta de apresentação ao Vaticano, com o objetivo de provar ao mundo de que até um simples fiel de domingo pode ser o próximo Papa.



Pode não passar de uma brincadeira mas a notícia deu que falar. Chama-se Dean Burnett e tornou-se um verdadeiro hit depois do jornal "The Guardian” ter publicado a sua carta de apresentação e de candidatura ao Vaticano.

Numa altura em que todos se perguntam quem será o próximo Papa, a lista de candidatos mostra que qualquer homem pode liderar a Igreja Católica, até mesmo um cientista.

Se ignorarmos milhares de anos de tradição, podemos considerar válido que um simples fiel de domingo se proponha ao posto. Se é fácil? Não. Mas segundo as regras do Direito Canónico, se for Homem, católico, com mais de 35 anos e batizado, não é impossível.

Foi isto que o neurocientista britânico Burnett, professor e investigador na Universidade de Cardiff, tentou mostrar ao mundo quando escreveu uma carta para o Departamento de recursos humanos do Vaticano, na qual descreve possuir as capacidades para o efeito.

Mas a tradição mudou as regras e hoje em dia candidatar-se a Papa não é tão simples. A decisão é interna e da responsabilidade do Espírito Santo, que guia os cardeais eleitores.

Sem qualquer ligação ao Vaticano, um simples homem comum, se escolhido, terá de ser ordenado diácono e depois padre, para só então poder tomar posse como Bispo de Roma e assim tornar-se Papa. A última vez que tal aconteceu data de 1378, quando foi eleito o Papa Urbano VI, que não era cardeal no momento da decisão.

A disputa pelo cargo não se fica pelo cientista. Bono, o conhecido vocalista dos U2, foi também indicado por um grupo de fãs no Twitter, como uma das personalidades ideais para assumir o cargo. No contexto europeu, aposta-se ainda em Tony Blair e Berlusconi para futuro sucessor de Bento XVI.

Depois de todas as controvérsias e escândalos, fica a dúvida de quem a Igreja Católica vai eleger como representante.


Para mais notícias aceda ao dossiê A renúncia de Bento XVI

Siga o New4Media no Facebook

 

TAGS: New4Media, N4m, UAL, Papa Bento XVI, Dean Burnett, vaticano, igreja Católica, The Guardian

 

Últimos comentários

Comentários