SHOT

Finalistas da Universidade Autónoma de Lisboa

13/12/2017
Ana Machado | Ana Rita Henriques
0
Chegou a hora de premiar os finalistas e os melhores alunos de cada curso. Doutores, mestres e licenciados estão agora a receber os diplomas pelos quais tanto trabalharam. 
Orgulho e sentimento de dever cumprido são as palavras que os finalistas mais utilizam para descrever este momento de comemoração no pátio da Universidade Autónoma. Cada um sobe ao palco para ser felicitado pelo trabalho que realizou ao longo do curso. O diploma é entregue pelos respetivos diretores de curso. 

A aluna de psicologia, Patrícia Teixeira, revela que "os três anos passaram muito rápido, foram muito duros, muito stressantes, mas no fim valeu a pena”, acrescenta ainda que o nervosismo e ansiedade são as emoções que melhor caracterizam este momento da entrega do diploma. ”Vou-me sentir realizada e com orgulho de mim mesma”, expressa a finalista. Manuel Teixeira, olha para o percurso da filha com felicidade. "É com grande orgulho e satisfação que como pai vejo que ela concluiu o curso, o esforço foi compensatório, valeu a pena”. 

Na área da comunicação também são muitos os finalistas presentes, Carlos Ratinho comenta que "foi mais uma etapa da minha vida, gostei muito de estar aqui e gostei muito deste curso”, os elogios não são poucos quando se fala do percurso na Autónoma.

Embora a cerimónia esteja repleta de convidados, são muitos os familiares que não conseguem acompanhar presentemente esta comemoração. Não é o caso da mãe Maria André que veio de Angola à seis dias para não perder esta conquista da filha. "Ver a minha filha subir ao palco vai ser uma sensação agradável e de dever cumprido, felizmente o esforço financeiro compensou, ela é uma menina muito dedicada e a família está muito grata por isso”. A filha que completou o curso de Gestão expõe que foi com determinação que conseguiu este sucesso. 

Não só os filhos, mas também os pais sofrem durante este percurso académico. São anos de trabalho, conquistas, triunfos e até mesmo de dificuldades. Elizabete Jarmela, mãe da aluna Ana Jarmela que completou o curso de psicologia finaliza, "É uma explosão de emoções, porque todos nós lá em casa sofremos com ela nesta luta. Acho que a Autónoma é uma grande equipa e todos merecem este prémio”.


TAGS: Finalista, 32 anos UAL, familiares, entrega de prémios, conquistas, luta

 

Comentários