SHOT

Constança Urbano de Sousa abre Doutoramento em Relações Internacionais

Universidade Autónoma de Lisboa

29/11/2017
Guilherme André
0
A ex-ministra Constança Urbano de Sousa, inaugurou na passada sexta-feita o doutoramento em Relações Internacionais na Universidade Autónoma de Lisboa, onde falou dos desafios que enfrenta o Espaço Schengen.
Constança Urbano de Sousa falou na passada sexta-feira na Universidade Autónoma dos desafios que o espaço Schengen enfrenta, considerando a crise dos refugiados e o terrorismo como as principais causas para o clima de tensão que se faz sentir.

A livre circulação tem sido posta em causa através da falta de cooperação entre os estados-membros deste espaço, desafiando as bases do mesmo. A individualização de medidas de segurança, nomeadamente o controlo de fronteiras como medida de segurança territorial, dificulta a manutenção do espaço Schengen. 

O fluxo migratório que se tem assitido na atualidade não está a ser bem gerido pelos estados-membros, a ex-ministra acredita ser obrigatório criar uma maior cooperação entre estados. Estados como Alemanha ou Reino Unido têm recebido um elevado número de imigrantes. Constança Urbano de Sousa menciona a necessidade de melhorar as políticas que combatam as causas destes fluxos atípicos, tais como guerras, tensões, miséria e insegurança.

A doutora considera o espaço Schengen um importante meio de integração europeia, sendo de carácter obrigatório a manutenção do mesmo, para tal não se pode cair numa soberania nacional, mas sim numa maior união entre os estados-membros, preservando os valores da união europeia e os direitos humanos. 

TAGS: UAL, Espaço Schengen, Doutoramento, Relações Internacionais, Terrorismo, Refugiados, Constança Urbano de Sousa

 

Comentários