SHOT

Presidente do Banco Popular admite fusão e novo aumento de capital

11/04/2017
Ana Medina Cabeças
0
O presidente do espanhol Banco Popular, Emilio Saracho, indicou que o banco planeia fazer um novo aumento de capital, que ajude a ultrapassar a difícil situação que a instituição atravessa, e não descartou eventuais fusões.

O presidente do espanhol Banco Popular, Emilio Saracho, indicou hoje que o banco planeia fazer um novo aumento de capital, que ajude a ultrapassar a difícil situação que a instituição atravessa, e não descartou eventuais fusões.

O responsável fez estas declarações na assembleia-geral de acionistas que aprovou a ratificação das contas de 2016, nas quais o banco assumiu novas perdas, tendo considerado que a recapitalização é importante para equilibrar o negócio e cumprir com os requisitos de capital exigidos pelos reguladores.

Quanto à possibilidade de fusão com outras instituições, Saracho admitiu que pode ser uma opção e disse que qualquer decisão tomada será "a que mais beneficie o banco". O presidente do banco disse acreditar que "merece a pena lutar" e que "em caso algum pode imaginar o desaparecimento" do banco.

Emilio Saracho considerou ainda que o banco "tem de aproveitar a vantagem competitiva" que tem no negócio das empresas, o que pode implicar "vender negócios em que não tem capacidade para competir". As ações do Banco Popular fecharam hoje a cair 9,61% para 0,734 euros na bolsa de Madrid.

TAGS: banco popular, capital, presidente

 

Comentários