SHOT

Universidade "apanhada de surpresa" pelos barricados

20/04/2016
Ana Medina Cabeças
0
A Universidade Fernando Pessoa, no Porto, admite ter sido "apanhada completamente de surpresa" pela atitude dos dois indivíduos que se barricaram nas suas instalações na terça-feira à noite.

Numa mensagem enviada aos alunos na terça-feira à noite, e a que a agência Lusa teve acesso, a instituição sublinha, contudo, que o incidente afetou pouco o funcionamento da universidade.

"A UFP foi apanhada completamente de surpresa pela atitude dos dois indivíduos que, ao que soubemos por um canal de televisão, terão telefonado à polícia e a alguns órgãos de comunicação social, informando-os do que tinham decidido fazer, provocando, assim, o aparato policial e a curiosidade jornalística e popular, que, todavia, pouco afetaram a normalidade do funcionamento da universidade", lê-se no comunicado.

No edifício "não decorriam, no momento, quaisquer atividades letivas e nunca esteve em risco a segurança de pessoas. Os funcionários que se encontravam no edifício saíram de imediato e em segurança", refere a instituição. A "Fernando Pessoa" diz ainda que "durante o tempo em que os indivíduos estiveram naquele edifício foram seguidas as indicações das forças de segurança, não tendo sido necessária a evacuação da Universidade, mas apenas reduzida a circulação nas imediações".

Pelas 18h30 foi confirmada pelas forças policiais a saída dos indivíduos, de forma pacífica e sem incidentes. "Desconhecemos as declarações que os referidos indivíduos terão prestado às autoridades de segurança, para justificação do seu inusitado comportamento mas, logo que as conheçamos, não deixaremos de informar toda a comunidade da UFP", acrescenta.

Os dois indivíduos, um ex-aluno e um outro ainda aluno inscrito no 1º ciclo de estudos de Ciência Política e Relações Internacionais, barricaram-se, pelas 16:30, de terça-feira, numa instalação sanitária do edifício da Escola de Estudos Pós-graduado e de Investigação. Numa declaração sem direito a perguntas, o responsável da PSP presente na Universidade Fernando Pessoa explicou que depois do alerta "foram acionados meios para o local, tendo-se confirmado a situação, não havendo armas envolvidas ou qualquer refém".

Acrescentou que "foi iniciado o diálogo, tendo sido possível demovê-los das suas intenções pelas 18:30, não se registando quaisquer incidentes". De acordo com a PSP, os dois "indivíduos foram conduzidos ao departamento policial para identificação e para elaboração do respetivo expediente, que será encaminhado para entidades competentes".

TAGS: universidade, porto, barricados

 

Comentários